X

2022 e sua conexão com a Bahia, o Brasil e o Mundo – Artigo de Éden Valadares

Última atualização: 21 de abril de 2022

Há 20 anos, quando comecei a militar no movimento estudantil e no PT, havia uma máxima de que a História teria chegado ao fim. Segundo essa lógica, com a queda do Muro de Berlim, caíram também todos os sonhos de uma sociedade igualitária, justa, para todos, tudo que se pretendia comum ou inspirado em valores socialistas, havia morrido.

Vinte anos depois, assisti a globalização gerar mais desigualdades; o capital ultrapassar fronteiras por todo o mundo enquanto barricadas foram erguidas contra imigrantes; vi a queda de Wall Street em 2008 levar mais fome aos quatro cantos; percebi que a sanha do lucro a qualquer custo seguiu provocando mudanças climáticas e destruindo o planeta; testemunhei que a revolução tecnológica frustrou a ideia de um mundo integrado e acabou por gerar uma máquina global de manipulação de massas, com ascensão da ultradireita e das práticas fascistas do ódio e da intolerância. O capitalismo não deu conta. O sistema não funcionou.

E agora, neste 2022, enxergo que as vitórias da Esquerda na América Latina reacenderam a chama da esperança para um Brasil tomado pelo retrocesso, o desmonte e a fome. Lula brilha como uma fonte de possibilidade de crescimento, de prosperidade, de inclusão para todas e todos – sobretudo àqueles que mais precisam. Vinte anos depois, lutando ao lado do MST, da CUT, da UNE, dos movimentos sociais e organizações populares, construindo e dirigindo o Partido dos Trabalhadores, vejo luz no fim do túnel.

Valeu denunciar o assassinato de Marielle. Valeu se opor ao golpe na Dilma. Super valeu resistir à perseguição, condenação, prisão e impedimento do Lula.

Não permitiremos que a Bahia passe pelo que o Brasil está passando. A Bahia experimenta, com Wagner e Rui Costa, uma era de liberdade, democracia e justiça social. Em 500 anos de História, a maior novidade é essa nova cultura política – baseada no diálogo, respeito e tolerância – e a chegada dos trabalhadores ao poder. Nos libertamos das oligarquias, do mandonismo, e seguiremos em frente. Nenhum passo atrás!

Com Jerônimo governador, um baiano comum, um homem do interior, afro-índio, que tem como memória pessoal a indignação dos oprimidos e ao mesmo tempo a resiliência daqueles que fazem da luta um instrumento de superação coletiva das dificuldades, seguiremos o caminho da dedicação, do trabalho, da firmeza, de fazer pelos mais pobres.

É desta maneira que estamos rodando todos os territórios do estado para renovar nosso programa de governo. É com esse compromisso que vamos nos apresentar como sujeitos política, cultural e socialmente ativos e conectados ao Brasil e ao mundo.

Cada voto nosso será de Lula e da reconstrução do Brasil. E vamos fazer campanha, de porta em porta, com humildade e muita disposição, para que cada voto de Lula seja de Jerônimo. E que ninguém duvide da classe trabalhadora da Bahia e do Brasil!

Éden Valadares é presidente do Partido dos Trabalhadores da Bahia.

Icones para bombou na rede

BOMBOU
NAS REDES

Confira memes e outros conteúdos que estão quebrando a internet

Icones para kit digital

KIT DIGITAL
PT BAHIA

Quer mostrar seu apoio ao PT Bahia nas ruas e nas redes?

Estrela do PT
Faça parte do partido que é

orgulho para a Bahia
e exemplo para o Brasil

Filie-se ao PT